Manual da Melatonina

Equipe América Vitaminas 28/02/2019 🕑 14 minutos de leitura

Guia de uso da melatonina

Guia Prático de uso da melatonina

Vamos abordar algumas dúvidas mais frequentes relacionados ao uso, efeitos e benefícios da melatonina.
Também visamos de forma pratica e clara falar um pouco sobre os principais temas ligados ao uso da melatonina.
Esse guia não visa tratar, substituir ou curar qualquer tipo de problema de saúde ou orientação médica.
Somos entusiastas de vitaminas e suplementos e um dos primeiros sites a falar sobre melatonina no Brasil.
Esse guia visa mostrar as possíveis opções de uso deste suplemento e possíveis cenários sua sua baixa produção.
A melatonina vem sendo um dos hormônios mais comentados e divulgados no Brasil nos últimos anos.
Pesquisadores Brasileiros constataram o que a 20 anos já se sabia em parte sobre seus benefícios.
Com essa divulgação melatonina ganhou maior amplitude de uso devido suas variáveis ações sobre o corpo e mente.

Como identificar possível baixa produção de melatonina ?

Os primeiros sinais de uma possível baixa produção da melatonina é a insônia ou sono leve.
A insomnia é a redução da capacidade de você conseguir relaxar para dormir devido algumas desordem.
Normalmente estar associada a baixa liberação de melatonina e o fator idade é o maior indicativo desse problema.
O sono leve é aquele que você praticamente "dorme" acordado onde qualquer movimento, barulho ou iluminação lhe desperta.
Essa fase do sono é apenas um dos estágios o qual não é 100% responsável por todos os benefícios ligados ao mesmo.
A fase do sono profundo é a mais importante a qual dura em média umas 4 a 5 horas é nesse momento.
O qual ocorre maior liberação de melatonina, picos de liberação do hormônio do crescimento entre outros processos.
O que gera um acordar mais renovado, energizado criando melhor feedback entre cérebro e corpo essencial para saude.
É importante lembrar que existe inibição da produção da melatonina e deficiência da gelatina são duas coisas diferentes.
A inibição se dar por uso de substâncias estimulantes e hábitos noturnos que provocam um certo bloqueio da melatonina.
A deficiência é quando a glandula por alguma razão não estar produzindo quantidades ideais do hormônio independente de fatores.
O mais comum da deficiência é sua relação com a idade onde estima-se que a cada ano a liberação vai sendo reduzida.
Em ambos os casos suplementos de melatonina tem se mostrado eficiente na ajuda para repor o hormônio em baixa ou bloqueado.
É recomendado que se busca ajuda de um médico do sono de preferência para avaliar se seu caso é discente ou maus hábitos noturnos.
Ou se não é os dois juntos através de testes e avaliações especifica o médico poderá avaliar e lhe diagnosticar mais precisamente.
Para lhe ajudar a entender melhor se sua insônia estar sendo algo psicológico, fisiológico ou ativada por algum outro fator.

Como escolher a dosagem ideal melatonina ?

Sem se crescendo o uso da melatonina na dosagem de 10mg por uma questão de achar que quanto maior a dosagem mais rápido o efeito.
Diferente de remédios a melatonina não age de forma tão direta e invasora no sistema nervoso e endocrino na regulação hormonal.
Isso aponta porque a mesma vem sendo liberada como suplemento em países como Estados Unidos devido seu baixo efeito colateral.
Outro grande lance a favor da melatonina e por isso é liberada nos Estados Unidos é que não causa nenhum tipo dependência.
Diferente de substâncias psicotrópica bastante comum e muito utilizado em remédios para dormir.
O que também nos aponta que trata-se de um suplemento de ação mais gradual porem com excelentes resultados a médio e longo prazo.
Portanto se você nunca tomou melatonina e busca iniciar seu uso, primeiramente pode consultar seu médico sobre o assunto.
Em 2ª lugar comece uma com uma dosagem inicial de 3mg para avaliar os efeitos em até 30 dias de uso.
A maioria das pessoas essa dosagem d3 3mg ao dia tem se mostrado bastante eficiente tanto que não existia 5mg e 10mg.
Quando a melatonina iniciou suas vendas nos Estados Unidos só tinha de 3mg hoje já existem essas duas dosagens maiores 5 a 10mg.
Não há pesquisas que aponte que 10mg gere um efeito melhor que 3mg por isso também não uma referência de IDR de melatonina.
Porem você não é impedido (a) de usar a concentração mais forte mais fica a dica para começar pela "inicial" de 3mg.
Uma boa forma de encontrar a dosagem ideal é visitando um médico do sono para uma avaliação do seu dono e suas taxas hormonais.
Essa avaliação hormonal visa checar se não há alguma hormônio sendo estimulado ou liberado em excesso que esteja bloqueando a melatonina.
Por exemplo se estivemos liberando muito cortisol o hormônio do estresse normalmente ele pode comprometer a liberação de melatonina.
Cortisol elevado pode estar ligado a bixa testosterona e DHEA que controlam neurotransmissores importantes ao despertar e relaxar.
O termo "médico do sono" ainda não é comum mais o médico que trata dessa área são os neurologistas que trata o sistema nervoso.
Se estiver tudo ok com seus testes no neuro ele pode lhe encaminhar ao endocrinologista para checar mais fundo seus hormônios.

Será que sua falta de sono é realmente falta de melatonina ?

Existem varias coisas que podem estar afetando seu sono desde uma preocupação ou ansiedade ou desconforto apenas.
Algumas dessas situações citadas podem inibir e reduzir sua liberação de melatonina porem você ainda a produz em bons níveis.
Nesses casos quando se toma o suplemento estamos colocando mais hormônio na corrente sanguínea de forma artificial.
O que ativa uma resposta mais rápida do gatilho cerebral para induzir ao dono porem se sua produção estiver normal.
E o problema for apenas psicológico é interessante fazer ciclos de uso e avaliar se quando interrompe a insônia retorna a tona.
Pois essa sua insônia pode ser apenas temporária devido uma fase de sua vida atual que estar lhe gerando estresse extra.
Ao que perece também é uma questão genética onde cada pessoa tem seu próprio ciclo do sono alguns mais intenso outros mas leves.
Esse fator genético não há como mudar é uma marca do seu DNA onde desde de pequeno lhe caracterize com um sono mais leve ou pesado.
O que algumas pesquisas tem demonstrado é que estar ocorrendo uma grande inibição global da melatonina associada a privação do sono.
Isso devido a maiores cargas honrais de trabalho, estudo, cursos e até aprendizado de outros idiomas ou seja o dia ficou curto.
E nessa corrida do "ouro" as pessoas começam a sacrificar horas do sono para poder se dedicar mais ao estudo ou trabalho.
Um outro problema observado é o uso de aparelhos celular e tabletes na cama o que ajuda a bloquear complementarmente a melatonina.
O terceiro problema é o sedentarismo o qual cria acumulo de energia a qual se converte em "ataque" de ansiedade a noite.
Os exercícios funcionam como um ótimo "remedio" para dormir pois ajuda a drenar a energia extra alem de gerar endorfinas.
As quais aumentam a sensação de bem-estar ajudando a liberar mais serotonina e melatonina ideais para relaxar e dormir.

O que se sabe até o momento sobre a melatonina ?

A melatonina foi descoberta quase por acidente pois a pesquisa era sobre a melanina substância que dar pigmentação da pele.
A principio se sabia que tinha relação com o sono mais não havia evidencias mais profundas sobre seus outros efeitos.
Até porque não havia tecnologia suficiente naquele tempo para checar de forma mais efetiva toda sua cadeia de ação.
Na imagem abaixo você poderá ver de forma ilustrativa onde fica localizada exatamente a glândula pineal que libera a melatonina.
As seguintes descobertas foi que a glândula tem como gatilho os olhos os quais interpretam o dia e a noite claro e escuro.
E ativa a mesma a liberar a melatonina de acordo com esses ciclos atualmente já há pesquisas apontando que a pele também pode ser o gatilho.
Ou seja nossa pele teria sensores capazes de distinguir noite e dia e passar a informação ao cérebro para produzir a melatonina.
Seguindo as ultimas noticias a melatonina é capaz de ajudar a emagrecer pelo melhor controle metabólico do açúcar e liberação do Hgh.
Por alguns anos a melatonina também é recomendado por centros de terapia antienvelhecimento não visando apenas seu beneficio ao sono.
Mais sim pela sua alta atividade antioxidante a qual pode ajudar a retardar o envelhecimento celular e até combater ao câncer.

Manual da melatonina

Como é feito o exame para avaliar a taxa de produção de melatonina ?

O exame é não invasivo sendo feito pela coleta da saliva o exame consiste em avaliar o ciclo de liberação da mesma ou ciclo circadiano.
No exame será possível avaliar quanto de melatonina seu organismo estar liberando a noite e ao dia onde claro a noite deve ser maior.
Níveis anormais de melatonina podem estar relacionado a vários sintomas físicos e psicológicos incluindo envelhecimento acelerado.
O teste analise três amostras de saliva coletadas no período da manhã, meio dia e a meia noite assim se avalia os níveis nos 3 horários.
Esse teste é essencial para ajudar o neurologista a escolher a dosagem ideal e até entender melhor como sua glândula estar funcionando.
Infelizmente no Brasil não são todos os laboratórios que fazem o teste da salivar da melatonina mais você pode checar online.
Baixos ou altos níveis de melatonina estão ligados a uma serie de alterações metabólicos, hormonais e comportamental.
Você pode estar tendo um dia cansativo e fadigado ou uma noite agitada na cama por um possível descontrole da produção de melatonina.
Fazer o exame da melatonina vai servir para decifrar o caminho do seu sono e saber seu organismo estar produzindo muito, pouco ou normal.

Quais os horários que a melatonina deve ser tomada ?

Como padrão os suplementos de melatonina recomendam a tomar na hora que for dormir "bed time"
Porem se você estiver se consultando com um médico você deve toma-la de acordo com ele recomendar.
Especialmente se tiver feito o exame pois ele vai lhe dosar e encaixar em horários ideais ao seu problema.
Lembre-se que a melatonina é um indutor natural do sono não devendo assim ser tomado antes de dirigir ou apertar maquinas.
Se você trabalha em períodos noturnos também não seria recomendado o uso pois pode tirar seu estado de alerta.
Se não gosta de tomar comprimidos é possível usar a melatonina em forma liquida, pastilha e até gummy.
Atualmente existem melatonina de rápida absorção e liberação lenta você deve avaliar qual faz melhor efeito para você.

Equipe América Vitaminas

Este artigo foi escrito por

Equipe América Vitaminas

A Equipe América Vitaminas é responsável por redigir os artigos do blog.

Gostou deste artigo? Leia mais em nosso blog ⟶

Comentários

Já possui uma conta? Clique aqui para fazer login

Ainda não há nenhum comentário. Seja o primeiro à comentar!

Ganhe R$10

Indique um amigo

Ganhe R$10 agora

Indique um amigo e lhe dê R$10 de desconto em seu primeiro pedido, e receba R$10 quando ele efetuar uma compra.

Por favor, digite o seu nome.

Compartilhe via email

O email será enviado de .

Por favor, digite um email válido

Assunto: Seu amigo lhe enviou uma excelente oferta na América Vitaminas